Imprimir    E-mail

O prefeito de Patos, Dinaldinho Wanderley (PSDB), conseguiu, anteontem (20), em Brasília, através de uma solicitação antiga do povo sertanejo, que o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) indicasse junto à bancada federal paraibana, uma emenda de remanejamento ao Orçamento da União cujo valor é de R$ 10.000.000 (dez milhões de reais), para a construção, em Patos, Paraíba, do Complexo Médico Hospitalar do Sertão do Estado.
 
Segundo Dinaldinho, a "morada do sol" atende, atualmente, 75 cidades. Ou seja: cerca de 34% dos municípios paraibanos, referenciam-se em Patos, o que faz aumentar a demanda por saúde e provocar transtornos para a UPA e hospitais locais. "Esse importante equipamento vai melhorar e muito o atendimento à população de Patos e região, representando, eu diria, um divisor de águas no que diz respeito à melhoria da saúde pública", relatou o prefeito.
 
Para o senador Cássio, a obra vai desafogar, ainda, as redes de Campina Grande e João Pessoa. "Na medida em que Patos amplia seu atendimento, retira as pressões assistenciais das duas maiores cidades do Estado, principalmente, por causa da distância que separa o interior dessas localidades", justificou o senador.
 
A secretária de saúde, Andressa Lopes, que também participou do encontro, na capital Federal, comemorou dizendo que esse complexo representa um salto significativo na qualidade do atendimento de saúde como um todo "Patos será ainda mais referenciada com essa conquista, pois mostra que estamos no caminho certo, fazendo da saúde uma das prioridades desse governo", finalizou.
 
O complexo Médico Hospitalar do sertão, quando pronto, beneficiará 500 mil pessoas, trazendo mais saúde para o interior do Estado da Paraíba e uma melhor qualidade de vida para todos.



Clique aqui e deixe o seu comentário (0)